Liquidacao de subsidios do escritorio da cidade

Todo contribuinte que realiza vendas para pessoas financeiras é forçado a registrar o volume de negócios usando uma caixa registradora. Crie-o que permita fazer acordos apropriados com as autoridades fiscais. Isto é devido à lei e é inequívoca.

E quanto ao sucesso de uma caixa registradora quebrada?

Vale em tais formas para fornecer-se com o chamado dinheiro de reserva. Estabelecer isso não é uma exigência legal, ou seja, no lucro de cada gerente, acredita-se que seja divulgado antecipadamente. Encontra-se perfeitamente no tipo oposto de situações de emergência que querem reparar o equipamento apropriado. Em princípio, a Lei do IVA estipula claramente que, se não for possível fazer um registo do volume de negócios utilizando um caixa de reserva, o contribuinte deve parar de vender. O escritório da reserva pode proteger contra o tempo de inatividade desnecessário e imperturbável no trabalho. Vale a pena ter, que a disposição de sacar da caixa registradora de reserva deve ser informada ao escritório de imposto, mencionando o fracasso do equipamento e provendo conhecimento sobre o dispositivo de substituição.

Infelizmente, como já foi mencionado, a falta de uma caixa registradora, no moderno caixa de reserva, concorda com a necessidade de parar de vender. Então, a finalização das vendas não pode ser criada, e tais empreendimentos são ilegais e podem se misturar com as conseqüências na forma de altas cargas financeiras. Não mencionando a qualidade em que o cliente irá reclamar o recebimento devido a ele.

Portanto, deve ser fácil informar sobre a falha do serviço de reparo do reparador, das impressoras fiscais da rede e das autoridades fiscais sobre o furo na realização de registros comerciais para o período de reparo do dispositivo e, assim, clientes com espaço na venda.

Somente no sucesso das vendas on-line, o empreendedor não precisa interromper seu trabalho, mas precisa atingir várias condições - os registros mantidos devem indicar claramente para qual material o pagamento foi aceito; O pagamento deve ser criado por e-mail ou correio. Nesta situação, o vendedor - contribuinte, terá o privilégio de inserir uma fatura de IVA.